Ponto de encontro dos Ciclídeo maníacos
Bem vindo ao Fórum Ciclídeos BR!

O verdadeiro ponto de encontro dos Ciclídeo Maníacos.

Para visualizar as novas mensagens, clique em Login.

Se ainda não é membro, Registre-se.
Publicidade
O aquário do trimestre

Última publicação
Filtragem no Aquário
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» #7 - Aquarismo sem mi-mi-mi! Seu peixe é muito agressivo?
Dom Set 03, 2017 7:56 pm por Alexandre Krassuski

» Comunitário de 240 L
Qui Jul 20, 2017 1:39 pm por SJorge

» 480 L Ciclídeos Africanos
Ter Jul 18, 2017 2:44 pm por SJorge

» Sobre: mudanças no Layout e super lotação!
Dom Jul 16, 2017 3:38 pm por Alexandre Krassuski

» Como eu faço as minhas TPAs
Sex Jul 14, 2017 8:10 pm por Alexandre Krassuski

» Flowerhorn, papagaios, oscar e red devil Todos juntos?
Sex Jun 30, 2017 8:29 pm por Alexandre Krassuski

» Dúvida Aquário 108 Litros
Qua Jun 21, 2017 6:23 pm por SJorge

» Apresentação
Dom Jun 18, 2017 1:28 am por Edson Fortini

» Comunitário Tanganyika 270l - Ajuda sobre fauna
Sab Jun 03, 2017 2:49 pm por portuga86

Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Foto-concurso
https://www.facebook.com/119534308159638/photos/a.188113827968352.38199.119534308159638/295078133938587/?type=1

http://www.youtube.com/user/CiclideosBR

Não deixe teu híbrido estressado!

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Seg Dez 17, 2012 8:36 pm

Olá a todos!

É muito comum que, para que o flowerhorn ou o red texas apresente cores mais fortes e um galo cada vez maior, seu proprietário coloque um espelho por certo tempo diariamente, de forma que o animal receba um estímulo.
O que muitos não sabem, é que isso é extremamente estressante para o animal. Isso mesmo, este tipo de ação não beneficia o animal em nada, no máximo o estressa muito.

Como tais híbridos são fruto de cruzamentos entre ciclídeos centro americanos que possuem tal galo na cabeça, nada mais normal do que o desenvolvimento de tal característica. O problema não é o animal ter o galo ou possuir cores fortes, mas o uso de técnicas ensinadas por pseudoaquaristas que geram uma carga elevada de cortisol e uma série de outras substâncias liberadas numa tentativa de defesa do território contra um suposto invasor, que levam tais características a se desenvolver exagerada e anormalmente, tornando o animal deformado e afetando sua qualidade e expectativa de vida.

Se você possui um híbrido e o ama, procure oferecer uma manutenção salutar, semelhante a que deve ser dada a peixes dos gêneros Amphilophus e Herichthys, procurando respeitar as características do animal e não abusando de seu temperamento em função de um desejo que o desrespeita e o torna um brinquedo.
Em outras palavras: Não deixe teu híbrido estressado!


Última edição por Edson Paveloski Junior em Ter Dez 18, 2012 3:19 am, editado 1 vez(es)

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 28
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Convidad em Seg Dez 17, 2012 10:40 pm

Boa Edson! Palmas
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Wladimyr em Seg Dez 17, 2012 11:11 pm

Pobres criaturas além de não ter identidade natural ainda sofrem maus tratos.

[]s

_________________
---------------------------------------------------
------------Meu Aquário de Oscares------------
---------------------------------------------------
----Criação de Caramujos e Lebistes----------
---------------------------------------------------
avatar
Wladimyr
Moderador
Moderador

Mensagens : 3255
Data de inscrição : 25/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Ter Dez 18, 2012 12:10 pm

Infelizmente essa prática é extremamente comum, isso se deve ao fato de "aquaristas" antigos e conhecidos adotarem essa prática e indicarem aos novos aquaristas que não possue esse conhecimento.

Muitíssimo bem colocado meu amigo, parabéns.
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Ter Dez 18, 2012 4:08 pm

Obrigado amigos!
As pessoas precisam começar a ter em mente que, não é por ser uma forma de vida gerada pelas mãos do homem, que ela merece menos respeito ou deve ser tratada como um brinquedo. Principalmente alguns indivíduos que gostam de montar "parques de diversão" em aquários.

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 28
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Seg Fev 25, 2013 11:29 pm

Eu não acredito que estímulos com espelho não seja de todo ruim, já salvei muitos Bettas "depressivos", apáticos e sem cor apenas com uns 5 minutos de espelho por dia, isso estimula a circulação, a produção de hormônios e o apetite, tudo que é feito em excesso não é bom, mas usar essa técnica com respeito acredito que seja benéfica para a saúde geral do o peixe.
Correr faz muito bem para saúde, mas com moderação, estou certo?
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Seg Fev 25, 2013 11:49 pm

Não creio. Um animal, seja um ciclídeo de grande porte ou um betta, dispõe de um enorme território na natureza, ou seja, dificilmente terá um embate contra um oponente. E o espelho simula justamente uma invasão de território. Isso por si só já é um desrespeito as característica do animal ou similares na natureza.

Há criadores que recomendam o uso de espelho para estimular um betta, e isso estimula, só que não resolve o real problema, que é a costumeira manutenção de bettas em betteiras minúsculas. E há pesquisadores que apontam que, na natureza, um betta macho defenda um território de cerca de 1m2, havendo poucas chances do animal encontrar um oponente, principalmente em meio a tantas plantas.
Portanto, o uso do espelho é antinatural, promove o estímulo de algo que nunca ocorreria em ambiente natural, pois simula uma invasão cuja probabilidade de ocorrer é mínima, seja no caso de bettas, seja no caso de ciclídeos centro americanos/FH.

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 28
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Ter Fev 26, 2013 12:05 am

Improvável confronto? Sei não,,,

Eu sou praticante de mergulho inclusive de água doce e o que vejo na natureza é peixes muito próximos, mesmo os mais territoriais, um rio pode ser enorme, mas os peixes vivem em apenas determinados pontos, uma pessoa acostumada a pescar pode até dar seu testemunho quanto a isso.

Sua teoria não está toda errada, mas acho que seja um pouco radical.

Acredito que seja bom o estimulo e não há provas cientificas que seja ruim, ainda acredito ser um caminho.

Muito mais estressante é super lotar os aquários para diminuir agressividade dos peixes, mas é errado? Ter qualquer animal confinado é errado!

Eu uso espelho e acho que com moderação é viável e tem seus resultados.

É apenas a minha opinião
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Ter Fev 26, 2013 1:21 am

Então os Ciclídeos de grande porte tem que viver isolados e NUNCA colocados com outros machos?
Qual a diferença em colocar um espelho e outros ciclídeos no aquário?
O que estressa mais, 5 minutos por dias ou compartilhar um minúsculo território com outros peixes?

É de se pensar!
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Ter Fev 26, 2013 12:17 pm

Gustavo, acho que seus exemplos não servem de consideração a questão, ou seja, não devemos comparar um mal com outro. Você comparou o uso do espelho com superlotar o aquário ou colocar o peixe em aquario pequeno, o que na minha opinião todos são errados.

O que o Edson está querendo dizer é que existem formas naturais de realçar a coloração, atividade e apetite dos peixes. Entendo que sua teoria dá certo, mas a questão é, porque ela é preciso? Se seus peixes estão sem coloração, não nadam com frequência ou não tem apetite deve-se rever o conseito de tamnho do aquário, tankmates, qualidade da água, tipo e variedade de alimentação entre outros fatores.

Resumidamente, devemos combater o problema na origem simulando o meio mais natural possível, como você mesmo citou ser mergulhador, quando viu um peixe confinado em um ponto a vida toda?

Isso sim é de se pensar!
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Ter Fev 26, 2013 1:21 pm

Eu concordo com tudo o que você disse Lucas, Principalmente com a citação: "Se seus peixes estão sem coloração, não nadam com frequência ou não tem apetite deve-se rever o conseito de tamnho do aquário, tankmates, qualidade da água, tipo e variedade de alimentação entre outros fatores."
O peixe que eu conheço com o menor território e o palhaço que muitas vezes é visto por vários anos sempre no mesmo lugar, mas é um exemplo longe de ser regra.
Acredito que todos os fatores como espaço, alimentação variada e equilibrada, circulação da água e decoração são fatores determinantes para a saúde do animal, mas na natureza há confrontos entre rivais periodicamente e porque não simular esse ato também natural.
Ainda acho bom fazer a excitação do macho periodicamente por curto espaço de tempo, esse procedimento estimula a cor, previne o atrofiamento das barbatanas (funcional como um alongamento), estimula a produção de hormônios (inclusive de crescimento) e torna o animal mais ativo.
Porque vocês acham que 5 minutos de espelho por dia faz tanto mal para o animal?

Eu acho que há muitos prós e esses são visto a olhos vistos!

Acho interessante a discussão do tema, existe um meio termo entre as duas hipóteses.
Até....
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por joaoc em Ter Fev 26, 2013 2:03 pm

Acompanhando!

very good

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Ter Fev 26, 2013 3:37 pm

Com certeza essa "discução" é sadia e engrandecedora para todos nós, obrigado por começá-la.

Na natureza existem conflitos quando ambas as partes concordam em "brigar", caso um dos envolvidos não aceite a disputa ele se retirará do local, onde com espelhos não é possível, podendo causar maior malefício que benefício.

Utilizando a sua hipótese como exemplo de benefício para o peixe é manter o peixe com outros companheiros, onde ele terá que se "exibir" para manter seu território, acasalar entre outros fins, porém isso caberá a ele fazer não nós, por isso essa prática é considerada artificial e pode ser prejudicial ao animal.

Na minha opinião, peixes criados em beteiras não deve ser dado como exemplo.
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Ter Fev 26, 2013 11:55 pm

Lucas o ideal realmente seria um grande aquário onde pudesse se manter outros indivíduos, mas nem sempre é a realidade do aquarista, nesse caso estaríamos lidando com a situação perfeita.

Eu estou falando da realidade da maioria dos aquarista com eu, meu aquário tem 120x60x50 é um bom aquário, mas cabe 2 machos de FHs?

Com uma divisória até pode ser, mas sem é uma bomba relógio é colocar um peixe de muitos R$'s em risco.

Outra coisa eu por enquanto só tenho espaço para manter um casal isso que estou falando de mais de 400 l contando os 2 aquários e pensando em mais 1 para os filhotes.

Sabendo que a técnica do espelho melhora o apetite sexual do macho, por motivos de acelerar o processo com 'medo' de perder o território e a chance de desimanar seus genes, porque eu não faria?

Levar o peixe a um estado de stress eu acho realmente errado, mas estimular, não!

E a pessoa que quer apenas ter um belo PET FISH e não um monte de peixes o que ela faz? Nunca estimula?

Processo artificial? Mais artificial que um aquário em si?

Há muitas controvérsias nesse assunto, o que eu sei é que meus peixes tem a aparência muito mais saudáveis quando estimulados como qualquer ser vivo, eu preciso de mais provas para me convencer ao contrario, eu tenho fatos e um monte de testemunhos à favor, pseudoquarista?

Criadores profissionais com peixes campeões!

Peixes deformados por estimulo de espelho? Isso é genética ninguém muda de estrutura por causa de espelho e como disser que o peixe cresce conforme o tamanho do aquário e que aquelas tartaruguinhas de loja não crescem muito mais que já são!

Ah é? Beleza então coloca um FH em uma aquário de 10 litros e vê o tamanho que ele fica, é a mesma coisa.

E quem botou o ovo da tartaruga? Uma do mesmo tamanho que explodiu?

É isso ai... Até
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Qua Fev 27, 2013 12:47 am

Amigo, começo a não entender suas colocações, ovos de tartarugas??? Comparação com FH???

O aquário em si é artificial, por isso temos que compensar com atitudes naturais.

Outra coisa, você citou sobre REALIDADE, a verdadeira realidade é que se a pessoa gosta do seu animal ela fará o melhor para ele, até onde podemos dizer o que é estímulo ou estress? Não sabemos, apenas supomos, por isso que não é indicado. Se alguns aquaristas fazem, ou não tem noção do mal que está fazendo ou só pensam em expor a coloração dos seus peixes para terceiros, que é a verdadeira realidade de muitos profissionais e expositores.

Nós pregamos esse fato (visto esse tópico), quem precisa convencer alguém aqui é você meu amigo e até agora não está conseguindo.
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Qua Fev 27, 2013 1:26 am

Calma... Lucas
A questão da tartaruga é que se fala que elas não crescem em aquários assim como os peixes colocados em pequenos aquários, para mim é o mesmo que dizer que o peixe vai ficar deformado por causa de um espelho, não é verdade.
Realmente falar em cortisol e outros, não acho que é simples assim afirmar, para mim é apenas uma hipótese, só isso, sem fundamentação cientifica. (Ref. Espelho)
Eu não quero convencer ninguém, nem provar nada, apenas não concordo.
É só um ponto vista e quem se cala concorda!
Realmente é diferente quando chega alguém dizendo que não concorda, mas é bom para o crescimento das teorias.
Gostaria muito de participar do fórum, mas não estou aqui para aplaudir e sim discutir saudavelmente e sem ofender ninguém, com adjetivos por não acreditar no que eu penso.
E Lucas te respeito e a todos aqui, não leve o que falo como ataque!
Até....
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por joaoc em Qua Fev 27, 2013 1:33 am

Esse forum evolui a cada dia por ter membros como vocês!

A discussão continua saudável e produtiva, assim, todos que tiverem interesse no assunto aprenderão com suas experiências!

Abç

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Qua Fev 27, 2013 3:44 am

Só acho que é muita petulância a pessoa chegar assim, do nada, colocar sua opinião e vim dizer que eu crio hipóteses. Uma coisa é certa, nenhum tópico que crio e nada que procuro afirmar é feito sem fundamentação nenhuma. É sabido que qualquer animal superior (vertebrados) produzem cortisol e outros compostos relacionados ao stress, sendo todo o organismo afetado, sempre que o animal é submetido a uma condição estressante, seja disputa por território, fuga de um predador ou destruição de seu habitat.

Gustavo
, se você tem tanta experiência com mergulho e já viu vídeos de mergulhos, inclusive realizados em expedições de estudos de peixes mais aparentados com o FH (gêneros Herichtys e Amphilophus) realizados por pesquisadores como Bleher, certamente notou que, embora os animais até cheguem próximos, mas o território de um macho raramente é invadio por outro, pois brigas diretas e a recuperação dos ferimentos promoveriam um grande gasto energético, sendo algo que ocorre raramente sim, e em último caso.

Superlotar pode evitar temporariamente a agressividade, mas só como forma do animal evitar se prejudicar. No entanto isso é uma atitude burra para quem quer observar um comportamento natural, pois os animais ficam muito mais parados e apáticos em casos de superlotação. Fora que, num determinado momento, esses animais vão se sentir donos do território e vão disputar o mesmo, gerando uma verdadeira guerra no aquário.

Se você pensa que a manutenção de animais em aquários é cruel, receio que esteja no hobby errado. Claro que há seus poréns, mas a manutenção salutar é algo que é estudado, obtido através de observações comportamentais dos animais na natureza e sua comparação com a manutenção em aquários, avaliando até que ponto a manutenção é cruel e a partir de qual ponto se torna saudável.

Exemplos como esses que você citou, de pet fish, estressar o animal para aumentar a taxa reprodutiva, etc são exemplos do que um aquarista, que quer ver o comportamento natural do animal, jamais faz. Mas certamente um pseudoaquarista ou alguém interessado apenas na produtividade que o animal vai apresentar adorarão adotar tais práticas. Colocar vários machos ou outros ciclídeos certamente vai ter muita diferença de colocar um espelho para um FH, depende muito de qual espécie você fala. É obvio que colocar machos de espécies muito próximas fisica, comportamental ou filogenéticamente, quando em um tanque de tamanho que comporte só um macho, é inadequado. E isso não foi defendido por qualquer membro daqui em nenhum momento.

E sim, os criadores campeões de FH são pseudoaquaristas ao optar por tornar um animal tão bizarramente diferente do que poderia ser, ao utilizarem certas práticas. Não é só genética que define qualquer animal, mas a interação entre hormônios e genes influenciam grandemente na expressão gênica. Colocar um espelho para um animal territorial certamente provoca a liberação de cortisol e adrenalina, hormônios relacionados a situações de stress e emergência. E isso é muito usado para aumentar o galo da cabeça do peixe, assim como suas cores. Até porque, se não fosse devido aos hormônios, mas se fosse algo ligado apenas a carga genética dos animais, certamente não haveria motivo para tais práticas, pois o animal atingiria as características desejadas sem "ajuda".

Espero que entenda que neste fórum ninguém fala nada sem base alguma, apenas baseado em suposições, como você supôs sobre mim. E um dos grandes propósitos do fórum é acabar com muitos mitos tidos como verdades por aí, nos baseando em pesquisar e conhecimentos sobre genética, fisiologia, comportamento animal in situ e ex situ, dentre outros, pois não temos motivos fúteis para nos utilizarmos de falácia em detrimento do bem estar dos animais.

No mais, espero ter esclarecido os diversos pontos levantados.

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 28
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Qua Fev 27, 2013 10:54 am

Edson, primeiramente bom dia
Realmente tenho alguma experiência com mergulho e acho que você deveria experimentar. É uma experiência única.
Se eu não concordo com você isso não é petulância e sim opinião, acho que você não está acostumado a ser contrariado.
Chegar aqui do nada, meu amigo tenho a impressão que um fórum é para isso e tenho sua idade em aquarismo, na verdade cresci em uma loja de aquários que era dos meus pais, sou extremamente ativo em outros fóruns.
Eu não acho crueldade desde que respeitada as condições mínimas de vida do animal.
Sério você falar que o peixe vai ficar deformado por causa de um espelho, eu não vou concordar, nem que isso causa um mal irreparável para a saúde do animal.
Não estou aqui para causar intrigas, mas faz assim, não ataque fundamente.
Acho a sua hipótese exagerada e passível de discussão, como eu disse não toda erra ou sem nenhuma razão, agora eu não vou aplaudir e sim discutir um tema.
Faz assim, não de adjetivos para quem não concorda com você, não agrida as pessoas que vem discutir teorias, você já participou de alguma formação de teoria na academia (faculdade), acho que não, porque seria normal para você alguém com uma linha de pensamento contraria e você saberia respeitar principalmente a pessoa.
Abraço e não leva para o pessoal não é para isso que estamos aqui.

Até...
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Qua Fev 27, 2013 12:08 pm

Gustavo Vassoler escreveu:Calma... Lucas
Gustavo, insisto em dizer que em nenhum momento estive ou estarei nervoso ou alterado com essa e qualquer outro tipo de debate (acho o termo melhor que discução rss), pesso porfavor que ao ler minhas mensagens faça-o com uma voz serena e calma, pois essa é a minha intenção.

Gustavo Vassoler escreveu:E Lucas te respeito e a todos aqui, não leve o que falo como ataque!

Também nunca tive essa impressão, pode acreditar.

Voltemos. Gustavo, acho que nossas opiniões são contrárias devido a adversidade que o aquarismo pode oferecer, acredito (sem desmerecer ninguém) que existem diversos tipos de aquaristas, alguns preferem manter peixes em pequenos aquários, outros muitos peixes para um só aquário, outros de plantados e assim por diante. Eu me classifico como um aquarista que procura representar ao máximo a vida das minhas espécie na natureza, tanto em alimentação como habitat e companheiros. Nesse caso (o relatado pelo tópico) vejo como um aquarista que quer apenas mostrar (em exposição, campeonato ou para os amigos) que seus peixes são os mais coloridos, bonitos e etc, sendo que o que vemos na natureza nem sempre é assim. Sabemos que os peixes representam suas emoções também com a coloração, também sabemos que não são todos os dias (assim como nós) que eles querem ou precisam exibir dessa forma, temos essa certeza principalmente em época de acasalamento, onde sua coloração se mostra ao máximo. Penso que fazendo isso de forma "forçada" e não natural, pode ser um aspecto negativo para nossos peixes, mas isso vai da intenção de cada aquarista sobre seus peixes, se você pretende que ele fique com a máxima coloração todos os dias é isso mesmo que você tem que fazer, mas isso é bom para o peixe? A longo prazo sabemos que não.

Não sei se essa teoria você aprendeu com alguém, leu em algum lugar ou presenciou algum fato, mas gostaria muito de saber (se possível), qual a sua base nessa informação?
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Gustavo Vassoler em Qua Fev 27, 2013 1:03 pm

Lucas,

Isso sim é uma boa conversa, obrigado.


Suas palavras são muito sábias e sensatas fico feliz em lê-las.


A minha base é a experiência e em momento algum disse que é a verdade absoluta e sim que também é uma ferramenta e não um ato de heresia.

Penso que na situação em que temos um único peixe, onde o mesmo não tem contato com outro macho ou fêmea é uma forma de estimularmos o animal para que não entre em estado de apatia.

Não é para usarmos sem critério e sim para usarmos como uma opção.


Como você disse, existe muitas maneiras de praticar o aquarismo e nenhuma delas é a melhor é apenas a nossa maneira.

Todas as técnicas tem seus prós e contras e é isso que me dispus a discutir os prós!

Até...
avatar
Gustavo Vassoler
Alevino
Alevino

Mensagens : 35
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 35
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Qua Fev 27, 2013 10:40 pm

Gustavo Vassoler escreveu:
Se eu não concordo com você isso não é petulância e sim opinião, acho que você não está acostumado a ser contrariado.
Chegar aqui do nada, meu amigo tenho a impressão que um fórum é para isso e tenho sua idade em aquarismo, na verdade cresci em uma loja de aquários que era dos meus pais, sou extremamente ativo em outros fóruns.

Pois sua atitude foi petulante ao supor coisas sobre os dados que forneci (passei muito tempo lendo sobre fisiologia e comportamento animal antes de criar esse tópico, exatamente por ver que o kok dos FH "campeões" crescia absurdamente mais do que de seus parentes mais próximos de origem natural e, provavelmente seus ancestrais). E volta com a petulância ao supor coisas sobre mim, você não me conhece e não te foi dada liberdade para isso.
E sim, é chegar do nada quando você só apresenta uma opinião baseada em sugestões dos grande$ criadore$ de Flowerhorn$ premiado$, sem base técnico científica para justificar suas afirmações.

Gustavo Vassoler escreveu:Sério você falar que o peixe vai ficar deformado por causa de um espelho, eu não vou concordar, nem que isso causa um mal irreparável para a saúde do animal.
Não estou aqui para causar intrigas, mas faz assim, não ataque fundamente.
Acho a sua hipótese exagerada e passível de discussão, como eu disse não toda erra ou sem nenhuma razão, agora eu não vou aplaudir e sim discutir um tema.

Mas não é questão de concordar ou não. Se o Kok cresce absurdamente mais do que de qualquer outro ciclídeo natural com maior semelhança comportamental e genética ao FH, muitos dos quais seus ancestrais, explique-me como a herança genética do animal faz gerar essa característica de forma tão absurda. E mais, me mostre uma espécie natural ou mesmo um FH não estimulado com espelho e outros apetrechos, tenha sido criado em casal ou em comunitário, que tenham apresentado um desenvolvimento normal do kok e prove que o kok absurdamente desenvolvido de forma antinatural não é uma deformação, quando comparado ao que deveria ser o normal.

Faz assim, não de adjetivos para quem não concorda com você, não agrida as pessoas que vem discutir teorias, você já participou de alguma formação de teoria na academia (faculdade), acho que não, porque seria normal para você alguém com uma linha de pensamento contraria e você saberia respeitar principalmente a pessoa.

Posso dizer o mesmo de você, pois você se referiu ao tópico que criei como uma simples hipótese sem base, sem apresentar argumentos que não fossem os mesmos dados pelos grandes criadores (cá entre nós, para eles é só um brinquedo que rende muito dinheiro e certa fama, nada além disso Sifu Rolling Eyes ), mas não vou me rebaixar a tal nível. Não me dirigi com adjetivos a você em momento algum. Não entendo o motivo de ter ficado tão "nervosinho" só com minha justificativa e argumentação... No Até procurei utilizar seus argumentos sobre experiência com mergulho para justificar e auxiliar na compreensão de parte de meus argumentos. Bang Head

Abraço e não leva para o pessoal não é para isso que estamos aqui.

Levo a partir do momento que você caracterizou meu tópico como uma hipótese exagerada ou radical, assim como me caracterizou de diversas formas, apenas baseado em suposições, pois não me conhece. Sifu Evil or Very Mad

A minha base é a experiência e em momento algum disse que é a verdade absoluta e sim que também é uma ferramenta e não um ato de heresia.

Sem nenhuma argumentação com base técnico científica ainda é apenas mero empirismo. Rolling Eyes

Penso que na situação em que temos um único peixe, onde o mesmo não tem contato com outro macho ou fêmea é uma forma de estimularmos o animal para que não entre em estado de apatia.

Não é para usarmos sem critério e sim para usarmos como uma opção.

E é saudável ter um peixe solitário? Só em casos muito específicos, mas a longo prazo é algo muito longe do natural (embora estejamos falando de um peixe não natural).

Como você disse, existe muitas maneiras de praticar o aquarismo e nenhuma delas é a melhor é apenas a nossa maneira.

Todas as técnicas tem seus prós e contras e é isso que me dispus a discutir os prós!

Concordo, mas quanto mais bases técnico científicas buscarmos, melhor, foi-se a época em que as pessoas utilizavam apenas empirismo como forma de construção de conhecimento.

Peço que você não leve para o lado pessoal, se não respondi utilizando adjetivo negativo ofensivo algum conjugado na 2a pessoa do singular, vejo que houve uma grave falha na compreensão de minha resposta argumentativa.

Mas boa sorte com sua opinião e mais sorte a teus peixes! Smile Wink

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 28
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Qua Fev 27, 2013 11:16 pm

Gustavo, conheço bem o Edson e independente das palavras colocadas não acredito que ele tenha a intenção de diminuir ou menosprezar as suas, tenho minhas conclusões também visto as dele e não gostaria que esse assunto tomasse outro nível ou rumo de conversa.

Gustavo Vassoler escreveu:Penso que na situação em que temos um único peixe, onde o mesmo não tem contato com outro macho ou fêmea é uma forma de estimularmos o animal para que não entre em estado de apatia. Não é para usarmos sem critério e sim para usarmos como uma opção...



Pois eu penso ao contrário, quando o animal chaga nesse estado é por que justamente ele precisa de contato com outros peixes ou uma (s) fêmea, ESSA seria a forma natural de estimular o peixe para sua saúde e desenvolvimento ou seja a opção mais natural. É justamente isso que pregamos nesse fórum, apenas meios naturais e não artificiais.
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Lucas Duarte em Qua Fev 27, 2013 11:27 pm

Gustavo, eu entrei nesse fórum com um pensamento sobre aquarismo (veja na minha assinatura como era meu aquário de 600 litros) e o pessoal me ajudou/orientou sobre todas as minhas dúvidas e tudo que eu pensava ser correto.

Embora algumas palavras não sejam as esperadas, o importante é focar em uma melhor condição para nossos peixes, tente ver o lado do Edson e o que ele está tentando dizer pois acredito que embora algumas atitudes que possue não sejam as pregadas aqui no forum, você tem todo o afeto e responsabilidade por seus peixes.

Dê uma chance para com essa nova prática de aquarismo que a recompensa será impressionate.

Digo essas palavras por experiência própria, pois no meu começo do hobby fui totalmente mal aconselhado e agora vendo meus peixes e meus aquários a recompensa é impressionante.

Por favor não leve "nossas" palavras como discução ou ofensa, apenas dê uma chance a essa nova postura de tratamento ao aquarismo.

Até breve
avatar
Lucas Duarte
Moderador
Moderador

Mensagens : 4698
Data de inscrição : 15/09/2012
Idade : 36
Localização : Taubaté / SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por joaoc em Qua Fev 27, 2013 11:40 pm

Fala pessoal!

Vamos manter o nível e respeito (ainda não está faltando, mas... rs) nesse tópico, pois será de grande valia para muitos aquaristas menos experientes que os senhores...

Só estou dando esse toque porque estou sentindo que qq hora a "panela de pressão" vai explodir! rs

Abç

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não deixe teu híbrido estressado!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum