Ponto de encontro dos Ciclídeo maníacos
Bem vindo ao Fórum Ciclídeos BR!

O verdadeiro ponto de encontro dos Ciclídeo Maníacos.

Para visualizar as novas mensagens, clique em Login.

Se ainda não é membro, Registre-se.
Publicidade
O aquário do trimestre

Última publicação
Filtragem no Aquário
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Comunitário de 240 L
Qui Jul 20, 2017 1:39 pm por SJorge

» 480 L Ciclídeos Africanos
Ter Jul 18, 2017 2:44 pm por SJorge

» Sobre: mudanças no Layout e super lotação!
Dom Jul 16, 2017 3:38 pm por Alexandre Krassuski

» Como eu faço as minhas TPAs
Sex Jul 14, 2017 8:10 pm por Alexandre Krassuski

» Flowerhorn, papagaios, oscar e red devil Todos juntos?
Sex Jun 30, 2017 8:29 pm por Alexandre Krassuski

» Dúvida Aquário 108 Litros
Qua Jun 21, 2017 6:23 pm por SJorge

» Apresentação
Dom Jun 18, 2017 1:28 am por Edson Fortini

» Comunitário Tanganyika 270l - Ajuda sobre fauna
Sab Jun 03, 2017 2:49 pm por portuga86

» Projeto Vuvuzela Tanganyika
Seg Maio 29, 2017 1:08 pm por Dionisio

Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Foto-concurso
https://www.facebook.com/119534308159638/photos/a.188113827968352.38199.119534308159638/295078133938587/?type=1

http://www.youtube.com/user/CiclideosBR

FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Seg Out 17, 2011 1:02 am

Pessoal, BLA!!!!!!!!!!!

Não fiquem nervosos nem irritados, mas tive uma esperança de adquirir um FH com um conhecido, logista, que nesta semana, possivelmente, chegara dois FH para ele e fiquei lumbrigado e sem pensar muito fiz um "rolo" com ele, deixarei meus GT's na loja dele e pegarei um exemplar de FH, é lógico que terei que devolver uma verba pra ele, mas não deixarei passar esta oportunidade denovo. Meus GT's são lindos, mas quero mesmo um "PetFish" no meu aqua.

Agradeço muito a todos pela dedicação em me ajudar a montar o aqua com os parametros corretos para os GT's, mas se tiverem um pouco mais de paciencia, gostaria que também participassem desta aquisição, se Deus quiser, pois se eu tiver alguma duvida, com certeza pedirei ajuda aos amigos.

Grande abraço a todos. Very Happy


Última edição por Alex Mendes em Seg Fev 27, 2012 3:37 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por leticia pereira em Seg Out 17, 2011 1:40 am

uhaush' pode deixar estamos aqui para isso .. desejo boa sorte em sua nova aquisição ..
torceremos para que de tudo certo ..
se precisar estaremos aqui ! Very Happy
bjs
avatar
leticia pereira
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 578
Data de inscrição : 08/09/2011
Idade : 21
Localização : RJ

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100001729411116

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Seg Out 17, 2011 3:41 pm

Estamos aqui para ajudar... Gosto um pouco de FH, tenho uns 15 (muito filhotes!kkkk)

Não se arrependerá da "troca"!

Abração

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Seg Out 17, 2011 9:17 pm

João, BLZA!!!!!!
Cara, vc não quer vender um pra mim, pois o FH que chegou na loja é um red dragon, lindão, mas o preço que é salgado, RS200,00, será que esta este preço mesmo, ele está com uns 10cm.
Abraços.
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Seg Out 17, 2011 9:54 pm

Tem que ver como é o bicho, mas acho que esta um pouco caro sim... O preço dos FHs varia muito dependendo da qualidade!


joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Ter Out 18, 2011 4:32 pm

Pessoal, BLZA!!!!!!!!!!!!
O FH já está no aqua, tirei algumas fotos, quando chegar em casa posto algumas.
Ele veio com a boca um pouco machucada por conta de uma briga com um texas blue, mas comprei um pote de melafix para trata-lo.
Uma duvida: O logista me deu certeza que é um red dragon, mas ele ainda não apresenta a coloração tipica de um, ele deve ter uns 12cm, isto é normal.
Hoje comprarei tetra sticks para alimenta-lo e tenho spirulina e ração de artemia, qual mais indicado para o FH.
Abraços.
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Ter Out 18, 2011 4:41 pm

Legal Alex!

Eu dou várias rações, entre elas:
- Color Bits
- Grand Sumo
- Chingmix
- Hai Feng
- Spirulina pastilhas

O que eles mais gostam é da Grand Sumo e Color Bits... Além disso dou artêmias e às vezes camarão!

Abração

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Qua Out 19, 2011 4:08 am

Pessoal, BLZA!!!!!!!!!!!!!!

Segue fotos do bicho, achei muito lindo, to doido pra ve-lo crescer e ficar "cabeçudo" e vermelhão.













Pessoal, agora pouco quando cheguei do trampo, notei que ele está com umas manchas brancas nos dois lados, bem pequenas, será que pode ser ictio, mas meu aqua está com a temperatura em 27° e segundo informações, acima de 25° dificilmente dá ictio e também a fezes dele saiu meio esbranqueçado e na ponta prateada, será que pode ser por conta dos lips que ele comeu. A foto não está muito boa, pois tirei do celular.
Segue foto.



Abraços
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por leticia pereira em Qua Out 19, 2011 4:27 am

joaoc escreveu:Legal Alex!

Eu dou várias rações, entre elas:
- Color Bits
- Grand Sumo
- Chingmix
- Hai Feng
- Spirulina pastilhas

O que eles mais gostam é da Grand Sumo e Color Bits... Além disso dou artêmias e às vezes camarão!

Abração

podes mandar um site de confiança onde posso compra las ?

bjs
avatar
leticia pereira
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 578
Data de inscrição : 08/09/2011
Idade : 21
Localização : RJ

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100001729411116

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Qua Out 19, 2011 11:41 am

Alex, vai uma dica... Nunca dê lips para o FH, pois eles tem uma tendência muito grande de adiquirirem parasitas intestinais, fazendo que a vida deles encurtem muito!

Só dê ração, camarão e artêmias!

Abraço

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Qua Out 19, 2011 2:10 pm

João, BLZA!!!!!!!
Valeu pela dica, mas os lips estavam no aqua para alimentar os GTs, agora não comprarei mais, somente artemia.
João, qual produto posso comprar para trata-lo pois ele ainda continua cagando meio esquisito, parece uma corda embolorada.
Será que só o melafix resolve.
Abraços.
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Qua Out 19, 2011 2:35 pm

Não entendo destes tratamentos, mas ouço o pessoal dizer que usam Flagil e Melafix...

Colei o texto abaixo de um outro Fórum...

"Protozoários intestinais: Flagyl 400mg (Metronidazol)
Sintomas mais comuns: Apatia, fezes brancas, gelatinosas, finas ou transparentes, falta de apetite, o peixe fica escondido.
Utilize 100mg (1/4 de um comprimido de 400mg) para cada 40 litros dágua em aquário hospital. Troque 30% da água a cada 2 dias, repondo o remédio perdido, por um período de 10 dias de tratamento, mantendo a temperatura não abaixo dos 34°C. Se não possuir um aquário hospital pode fazer no aquário principal mesmo, uma vez que o Metronidazol não afeta as bactérias do sistema de filtragem.
Como a temperatrauta estará elevada, é importante que a aeração seja reforçada."


Abraço

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Wagner Rodrigues em Qua Out 19, 2011 2:48 pm

tá muito bonito esse FH... olho vermelho e talz... lindão..
meu novo aqua já está ciclando para receber uns pestinhas desse!
hehehe

abraço!

_________________
avatar
Wagner Rodrigues
Cichla ocellaris
Cichla ocellaris

Mensagens : 1547
Data de inscrição : 18/08/2011
Localização : São Paulo - SP (Zona Sul)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Qua Out 19, 2011 2:57 pm

Alex,

acabei não dizendo sobre o KOK... Além de uma alimentação completa, o que você pode fazer para aumentar o galo, é deixar um espelho para ele ficar se olhando por alguns minutos diariamente!

Quando você encostar o espelho no vidro do aquário já dá para perceber a mudança na cor do bicho e com o tempo o galo tb vai crescendo... Agora se você quer algo mais radical, coloque outro peixe no aquário! Twisted Evil kkkkk

Brincadeira, ein?!hahaha

Abração

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Qua Out 19, 2011 2:59 pm

Tb tem auns FHs de plástico da Boyu , próprio para isto, que você pode deixar no aquário para ele ficar surrando o coitado dia após dia!kkkk

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Wagner Rodrigues em Qua Out 19, 2011 3:13 pm

kkkkkkkk dessa eu não sabia...
olha só... tem até saco de pancadas para peixe hehehe!
Show!

_________________
avatar
Wagner Rodrigues
Cichla ocellaris
Cichla ocellaris

Mensagens : 1547
Data de inscrição : 18/08/2011
Localização : São Paulo - SP (Zona Sul)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Qua Out 19, 2011 3:23 pm

Tem uns que ficam na superfície e outros que ficam no fundo!rs


joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Qua Out 19, 2011 4:29 pm

Pessoal, BLZA!!!!!
João, gostei da idéia....hehehe, vou comprar um desses pra ver no que dá.
Enquanto ao tratamento, será que tem outro medicamento que não é preciso remove-lo do aqua, pois tive CAs e tive que fazer um traramento desses e quando os devolvi ao aqua principal, demoraram a se habituar denovo, é sacrificante pros "bichinhos".
Amanhã irei comprar algumas rações e artemia.

Abraços.
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por joaoc em Qua Out 19, 2011 4:34 pm

Infelizmente não conheço estes tratamentos...

joaoc
Administrador
Administrador

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 37
Localização : SP - capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Ciclídeo maníaco em Qua Out 19, 2011 5:16 pm

Alex Mendes escreveu:Pessoal, BLZA!!!!!
João, gostei da idéia....hehehe, vou comprar um desses pra ver no que dá.
Enquanto ao tratamento, será que tem outro medicamento que não é preciso remove-lo do aqua, pois tive CAs e tive que fazer um traramento desses e quando os devolvi ao aqua principal, demoraram a se habituar denovo, é sacrificante pros "bichinhos".
Amanhã irei comprar algumas rações e artemia.

Abraços.

O Melafix não afeta a biologia do aquário, e caso utilize carvão ativo, basta remove-lo do filtro. Esse medicamento é bactericida, fungicida, e cicatrizante. Utilize 5mL para cada 38 litros reais (por dia), durante 7 dias. Passado esse período, faça uma TPA de 25 à 30%, e insira novamente o carvão ativo ao filtro.

Abraços!


Última edição por Nélio Júnior em Qua Out 19, 2011 6:52 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Ciclídeo maníaco
Administrador
Administrador

Mensagens : 490
Data de inscrição : 15/08/2011
Idade : 6
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Karina em Qua Out 19, 2011 6:28 pm

Ai gente é tanta tecnologia e tanta coisa para se adquirir que acabamos ficando perdidos.
Primeiramente parabens pelos novos peixes.
E quanto a ficarmos bravos, JAMAIS.
Só ficaremos se você não postar mais fotos, ahahahha, Brincadeira.
avatar
Karina
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 310
Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 29
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Qua Out 19, 2011 10:53 pm

Pessoal, BLZA!!!!!!!!!!!!!!!!

Valeu pelas dicas.

Nélio, conheço o melafix e já usei em outros casos, mas esse é novo e não sei se neste ajudará em alguma coisa, pois me parece algo parecido com vermes, sei lá.
Estou aplicando o melafix, e vamos ver se vai fazer algum efeito, hoje comprei artemia para ele, vou ver se ajuda.

Karina, BLZA!!!!!!!!!

Grato pelo elogio, e pode deixar qua a cada novidade postarei fotos, comentarios ou pedirei dicas.

Valeu a todos.
Abraços.....
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Ciclídeo maníaco em Qui Out 20, 2011 2:32 am

Alex,

Complicações na evacuação, como fezes longas de cor esbranquiçada, que ficam aderidas ao ânus do peixe, são indicativos para spironucleose, causada por protozoários e não vermes.

E os possíveis tratamento são:

6. TRATAMENTOS

6.1. Tratamentos para spironucleose

O tratamento que indico hoje (janeiro/2008) é o Sera Med Professional "FLAGELLOL". Esse produto é revolucionário por trazer um princípio ativo muito mais específico para a situação enfrentada: estamos tratando peixes, e o tratamento é em "imersão prolongada", isso é, a medicação deve ser colocada na água e não apenas permanecer em suspensão, mas poder ser perfeitamente absorvida pelos peixes para agir internamente. Isso é completamente diferente da forma à qual o metronidazol foi projetado, pois esse é um princípio ativo sintético que age internamente em seres humanos, com ativação máxima a 36°C -- a temperatura humana; em temperaturas abaixo disso, sua ação fica direta e proporcionalmente diminuida (é por isso que, usando esse príncípio ativo tinhamos que elevar sempre a temperatura da água para pelo menos 33, 34°C...).

6.1.2. Tratamentos com FLAGELLOL

O Flagellol é um produto à base de um conjugado de Tiazol (Thiazole) com menadiona (a vitamina K3, que atua como um catalizador, potencializando a ação do princípio ativo).

6.1.2.1. Tratamento com Flagellol para Spironucleose

Inicialmente, não há necessidade de se subir a temperatura, podendo manter a usual do aquário. O tratamento deve ser feito da seguinte maneira (sugerimos tratar em aquário hospital):

- 1° dia: dosagem de 1ml a cada 40 litros de água;

- aguarde 3 dias, e proceda uma troca de água de pelo menos 80% do volume do aquário ;

- a qualquer momento, se acontecer turvação da água, proceda imediatamente essa troca citada acima, sob risco de perder todos os peixes do aquário! O complexo solubilizante do produto pode sofrer, eventualmente, degradação bacteriana, e isso causa um "bloom" de bactérias que consomem rapidamente o oxigênio da água, provocando problemas sérios aos peixes.

6.1.2.2. Tratamento com Flagellol para BNC

Nos casos de BNC, pode ser interessante começar o tratamento com o Flagellol e posteriormente complementar da seguinte forma:

- após acabar o tratamento com Flagellol e proceder a mudança citada de água, aplicar Sera Baktopur Direct de acordo à bula por 5 dias;

- começar a alimentar os peixes com alimentos mais ricos em balastro (fibras), como por exemplo o Sera FD Daphnia, Sera FD Artemia Shrimps, Sera Flora etc.;

- regularmente, adicionar à água do aquário pequenas quantidades de Sera Mineral Salt e também Sera Fishtamin no alimento formecido aos peixes.

6.1.3 Tratamentos Antigos / alternativos

A droga a ser utilizada no tratamento é o metronidazol, encontrado comercialmente (em farmácias) sob o nome comercial Flagyl / 400mg, (® laboratórios Rodhia)ou como genérico. É necessário esmagá-lo previamente ao uso, deixando-o todo na forma de pó; esse deverá sempre ser dissolvido em água, previamente à aplicação no aquário. JAMAIS use apresentações líquidas, elas contém àlcoois e açúcares que vão degradar a qualidade da água e levar os peixes tratados a óbito rapidamente!

Sempre que o peixe tolerar temperaturas mais altas, a mesma deve sempre ser lentamente aumentada até 34°C ou o mais próximo possível disso (o máximo tolerado pela espécie), pois com temperaturas menores que 32°C dificilmente qualquer tratamento funcionará. No caso de discos (Symphysodon sp.), a temperatura pode ser levada até (o máximo de) 35°C sem medo, pois tais peixes toleram-na perfeitamente bem.

6.1.3.1. Tratamento 1: Se o seu peixe ainda estiver se alimentando.

Nesse caso, o ideal é acrescentar a droga no alimento, o que será mais fácil se o mesmo for tipo "patê" (tipo "beefheart"). As doses da droga são as seguintes (escolha a que se adequa melhor ao "seu" caso):

a) 250mg da droga para cada 100 g de alimento em pasta ("beefheart") ou vivo, 2 X ao dia, por 10 dias;

b) 250mg da droga para cada 20 g de alimento seco, 2 X ao dia, por 10 dias;

c) Peixes pequenos vivos (útil no caso de Astronotus sp.): injete com seringa, no peixe que vai servir de alimento, 0.01mg da droga para cada 10 g de peso vivo do peixe doente; essa dose 2 X ao dia, por 10 dias.

d) Artêmias "carregadas": coloque artêmias adultas vivas em solução aquosa a 1% de metronidazol, por cerca de 3 a 4 horas na geladeira; depois desse prazo, capture as artêmias ainda vivas, e forneça-as imediatamente aos peixes, sem lavá-las, 1 X ao dia, durante 3 a 7 dias.

Cada dose de alimento deve corresponder a um mínimo de 1% do peso vivo do peixe (ou possuir um mínimo de 0,25 a 1% de metronidazol). Uma regrinha comum não muito exata, mas prestativa, é fornecer quantidade aproximada ao tamanho do olho do peixe. Deve-se alimentar o peixe com essa alimentação medicada até que ele ingira a quantidade diária mínima da droga, e só depois se pode complementar sua alimentação, no restante do dia, com outros alimentos.

6.1.3.2. Tratamento 2: se o peixe não estiver se alimentando.

Essa costuma ser a situação mais comumente enfrentada. Nesse caso, o tratamento será mais difícil, pois a droga terá de ser acrescentada à água, em dose de ~15mg para cada litro de água.

Atenção: cada comprimido de Flagyl pesa 600mg totais, mas apenas 400mg são do princípio ativo; considere isso ao calcular a dose, que geralmente fica em 1 comprimido para cada 25-30 litros de água (já considerado apenas o princípio ativo).

O tratamento deve ser conduzido isolando-se o peixe obrigatoriamente em aquário-hospital.

Montando um aquário-hospital:
Esse aquário NÃO deve ter:

Substrato;
Plantas;
Decorações;
Filtragem com carvão.
Pode-se colocar alguma rocha inerte, ou tubos plásticos inertes (p.ex., PVC) para minimizar o estresse dos peixes, fornecendo-lhes abrigo / esconderijos.

Deve ter obrigatoriamente:

Aeração com pedra porosa (que deve ficar funcionando ininterruptamente 24 horas ao dia);
Termostato, aquecedor e termômetro;
... e água, claro...
Pode ter filtragem biológica até o momento em que se aplique medicação que afete as bactérias nitrificantes; nesse caso, o filtro deve ser retirado anteriormente à essa aplicação.

O volume pode ser pequeno, entre 20 e 40 litros é o suficiente e bastante prático, pois facilita as trocas de água, bem como exige menores quantidades de remédios (mais econômico, pois alguns remédios são relativamente caros).

Troque diariamente um mínimo de 50% da água desse aquário hospital, embora o ideal e recomendado sejam 100%.

Ao acabar a troca, deve-se redosar a proporção perdida da dose inicial da droga - ou seja, a cada troca diária de água, deve ser redosada quantidade da droga na proporção do volume retirado: se a troca for de 100% da água, 100% da dose original da droga devem ser repostos; se for 50% da água, 50% da dose da droga; e assim por diante.

O período de tratamento é de 10 a 15 dias, quando ele deve voltar a comer e defecar normalmente - esses são os sinais esperados para confirmar que o tratamento foi bem-sucedido.

É interessante tentar, a partir do quinto dia de tratamento, alimentar o peixe com artêmias adultas vivas; se ele comê-las, será ótimo, pois vai ajudar muito em sua recuperação. Acontecendo isso, devemos então manter essa alimentação diariamente. Caso ele não as coma, devemos retirar as artêmias antes que elas morram e comecem a se decompor; voltaremos a oferecê-las ao peixe novamente nos dias subseqüentes. Isso vale para qualquer outro alimento colocado no aquário: deve ser retirado imediatamente se o peixe não o comer. Via de regra, não se alimenta o peixe durante esse tipo de tratamento, mas isso não é algo obrigatório, desde que se cuide da perfeita qualidade da água.

Após o tratamento, tente alimentar o peixe (caso ainda não esteja comendo) com alimentos vivos "limpos" como artêmias adultas (preferencialmente vivas, mas pode ser das congeladas), minhocas picadas, enquitréas, "blood-worms". Não dê alimentos como tubifex ou vermes negros ("blackworms"), pois podem conter agentes patogênicos que re-infectariam o peixe, aproveitando-se de seu estado recente de pós-convalescença. Dáfnias ou larvas de mosquito podem ser oferecidas, mas não é recomendável, ao menos nesse estágio.

Não desanime, pois pode ser difícil "convencer" peixes recem-tratados ou em tratamento a se alimentar novamente. Caso ele não se alimente no prazo máximo de uma semana após o fim do tratamento, aplique novo tratamento, procurando aumentar em cerca de 10 a 20% a dose da droga, e/ou aumentando um pouco mais a temperatura (Atenção: não ultrapasse nunca os limites tolerados pela espécie, ou de maneira geral, 35°C).

Se os outros peixes apresentarem sintomas semelhantes (veja o item 4.1 acima), é recomendável que sejam postos também em tratamento, especialmente se esses também forem ciclídeos.

6.2. Tratamento para o "buraco na cabeça" (Síndrome Dulcícola do Buraco na Cabeça e Linha Lateral)

Como já vimos no tópico 5, o BNC não pode ser apresentado como doença, pois não há agente (patógeno) descrito como seu causador. Portanto, igualmente não se pode apontar um tratamento medicamentoso único para o BNC. Qualquer tentativa de cura envolve obrigatoriamente o diagnóstico mais completo e apurado possível das possíveis causas de depressão do sistema imunológico do peixe. Ou seja, devem ser feitos uma extensa e meticulosa investigação de sintomas físicos e comportamentais do peixe, como também o levantamento de dados sobre a manutenção do aquário e qualidade da água, bem como os cuidados gerais com o peixe, especialmente sua alimentação e conforto.

Devemos ainda levar sempre em consideração as altas taxas de ocorrência prévia ou simultânea de spironucleose, diagnosticando se há ou não ocorrência dessa infecção; caso positivo, tratar de acordo ao apresentado acima.

Outras causas relativamente comuns podem estar associadas, pois paulatinamente minam a resistência do peixe:

Verminoses (Capillaria, nematóides etc);
Parasitas epidérmicos e/ou das guelras: copépodes (Lernea; Argulus), vermes (Dactylogyrus / Gyrodactylus);
Outras doenças comuns, como íctio, veludo etc;
Infecções brandas;
Estresse: ver item 3, seções a, b e c.
A partir do surgimento das lesões, várias outras doenças oportunistas podem - e costumam - surgir, em particular as infecções secundárias dos próprios "buracos". Tais infecções costumam ser geralmente de origem bacteriana, portanto o uso (geralmente tópico) de antissépticos e/ou de antibióticos (mercúrio-cromo, Rifocina spray ®, Povidine ®, Betadine ®, permanganato de potássio, etc.) se faz quase sempre necessário nesses casos.

Para tratar topicamente, fica claro que os peixes devem ser capturados com rede - o que não deixa de ser um tratamento bastante estressante... Por isso, deixe tudo já pronto para a aplicação, diminuindo assim o tempo de "aprisionamento" e hipoxia do peixe na rede.

Depois de capturado com a rede, inicialmente limpe suavemente a ferida com um cotonete, de preferência embebido apenas em água esterilizada (fervida), procurando retirar a substância pustilenta. Depois, pincele a ferida com outro cotonete, embebido com qualquer um dos supracitados antissépticos / antibióticos.

Na reaplicação, deve-se tomar muito cuidado para não usar de força desmedida, pois podemos acabar removendo as novas camadas de tecido epitelial cicatrizante. Em outras palavras, se não tomarmos cuidado, podemos acabar aumentando constantemente a lesão, ao não permitir sua perfeita cicatrização. Então, nas reaplicações a melhor técnica é apenas encostar o cotonete embebido na droga escolhida sobre a ferida, e deixar que essa escorra naturalmente pela área afetada. Não se deve esfregar, raspar ou fazer demais movimentos na aplicação com cotonete.

Se estiver difícil a cura da ferida, pode ser acrescentado um pouco de sal não-iodado à água do aquário hospital, na proporção de 1g para cada 1 ou 2 litros de água.

Em casos de múltiplas feridas infeccionadas e/ou infecção "secundária" generalizada no peixe, podemos partir para um tratamento específico à base de antibióticos. A abordagem preferida será a administração da droga via oral; caso o peixe não mais se alimente normalmente, recorreremos então à imersão prolongada (nesse segundo caso, imprescindivelmente em aquário-hospital).

Para isso, as drogas de preferência serão os antibióticos a seguir (embora outros não citados também possam ser usados com sucesso):

Nifurpirinol (Sera Baktopur Direct®):

> oral: má-palatabilidade, não indicado;

> imersão prolongada: 01 comprimido a cada 50 litros (0,02mg por litro) de água, dose única, tratando por 3 a 5 dias; se necessário, aplique novo tratamento imediatamente após o primeiro. Leia as demais informações na bula.

> é o tratamento mais recomendado e mais efetivo!

Oxitetraciclina / tetraciclina:

> oral: de 50 a 100mg misturados a cada 1 Kg de alimento, alimentando um mínimo de alimento medicado equivalente a 1% do peso do peixe diariamente, por cerca de 10 a 21 dias;

> imersão prolongada: 10 a 100mg por litro de água, dose única, tratando por 1 a 3 dias; se o peixe continuar doente após 3 dias, troque mínimos 50% da água, aplique nova dose e aguarde mais 3 dias. [OBS 1: evite qualquer iluminação / luz sobre o aquário, pois esse medicamento pode ser foto-inativado; OBS 2: águas duras demandam doses maiores da droga]

Nota importante: as tetraciclinas são passíveis de foto-decomposição, tornando-se altamente tóxicas, inclusive ao aquarista; se for verificada mudança na coloração da água, do leve amarelado inicial (cor obtida logo após a aplicação) para algum tom mais alaranjado / amarronzado, troque imediatamente no mínimo 50% ou mais da água, se possível 100%; use luvas e não deixe a água entrar em comtato com sua pele; e mantenha observação constante aos peixes tratados sob esse regime]

Eritromicina:

> oral:

a) 100mg misturados a cada 1 Kg de alimento, alimentando um mínimo de alimento medicado equivalente a 1% do peso do peixe diariamente, por cerca de 10 a 21 dias;

b) 25 a 50mg misturados a cada 1 Kg de alimento, alimentando um mínimo de alimento medicado equivalente a 1% do peso do peixe diariamente, por cerca de 10 a 21 dias;

O tratamento citado, faz parte de um artigo do AquaBrasilis; para compreender melhor esta patologia, leia o artigo na integra:

"HEXAMITOSE / SPIRONUCLEOSE E O "BURACO NA CABEÇA": RELAÇÕES, DIAGNÓSTICOS E TRATAMENTOS" por Vladimir Xavier Simões

Abraços!
avatar
Ciclídeo maníaco
Administrador
Administrador

Mensagens : 490
Data de inscrição : 15/08/2011
Idade : 6
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Qui Out 20, 2011 4:31 am

Nélio, BLZA!!!!!!!!!!!!

Belo artigo, bem interessante, o problema é que não tenho mais o aqua hosp. e meu balde usado nas TPAs tem só 7Lt, moro em apartamento então tem que ser na base do balde mesmo sabe, um amigo falou que posso colocar o oléo do alho espremido na ração fornecida ao FH que ajudaria no tratamento, achei meio esquisito e resolvi perguntar aqui no forum, será que é possível isso resolver.???

Abraços...
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Alex Mendes em Sex Out 21, 2011 4:06 am

Nélio, BLZA!!!!!!!!!!!

6.1.3.1. Tratamento 1: Se o seu peixe ainda estiver se alimentando.

Nesse caso, o ideal é acrescentar a droga no alimento, o que será mais fácil se o mesmo for tipo "patê" (tipo "beefheart"). As doses da droga são as seguintes (escolha a que se adequa melhor ao "seu" caso):

a) 250mg da droga para cada 100 g de alimento em pasta ("beefheart") ou vivo, 2 X ao dia, por 10 dias;

b) 250mg da droga para cada 20 g de alimento seco, 2 X ao dia, por 10 dias;

c) Peixes pequenos vivos (útil no caso de Astronotus sp.): injete com seringa, no peixe que vai servir de alimento, 0.01mg da droga para cada 10 g de peso vivo do peixe doente; essa dose 2 X ao dia, por 10 dias.

d) Artêmias "carregadas": coloque artêmias adultas vivas em solução aquosa a 1% de metronidazol, por cerca de 3 a 4 horas na geladeira; depois desse prazo, capture as artêmias ainda vivas, e forneça-as imediatamente aos peixes, sem lavá-las, 1 X ao dia, durante 3 a 7 dias.

Cada dose de alimento deve corresponder a um mínimo de 1% do peso vivo do peixe (ou possuir um mínimo de 0,25 a 1% de metronidazol). Uma regrinha comum não muito exata, mas prestativa, é fornecer quantidade aproximada ao tamanho do olho do peixe. Deve-se alimentar o peixe com essa alimentação medicada até que ele ingira a quantidade diária mínima da droga, e só depois se pode complementar sua alimentação, no restante do dia, com outros alimentos.

Este tratamento acima pode ser no aqua principal, onde está o peixe, pois adicionado diretamente na agua eu sei que não pode.
Outra coisa, no tratamento em alimento seco fala para colocar 250mg em 20g de alimento, comprei uma caixinha de 250mg e com 20 comprimidos, coloco todos os comprimidos ou apenas 1 comprimido.

São algumas duvidas que quero sanar antes de começar o tratamento e não prejudicar o aquario e principalmente o peixe.

Abraços!


Última edição por Nélio Júnior em Sab Out 22, 2011 2:34 am, editado 1 vez(es) (Razão : Negrito desnecessário...)
avatar
Alex Mendes
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens : 693
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 41
Localização : São Rafael, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FlowerHorn, a CURA!!!!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum